NOTÍCIAS

Whatsapp contra o crime

Publicada em: 27/02/2015

Parceria entre ACIMM, PM e GM por mais segurança

 

A Associação Comercial e Industrial (ACIMM) acaba de fechar uma parceria com a Polícia Militar do estado de São Paulo no trabalho contra a criminalidade na área comercial da cidade. O objetivo é criar uma rede de informação entre os comerciantes para que haja uma cooperação entre eles durante uma ação criminosa. Na última quarta-feira, 25, ACIMM e PM definiram os últimos detalhes.

 

A  Policia Militar atuará como administradora do grupo. Os comerciantes terão de aderir a este para ficarem conectados. Por meio da telefonia móvel, eles poderão enviar informações referentes a segurança em suas lojas, empresas, ocorrências e todo assunto que necessite da ação da polícia.

 

Segundo Nelson Theodoro Júnior, secretário da ACIMM, será necessária uma consciência dos participantes em não enviar assuntos fora do contexto da segurança. “As informações serão pontuais, caso ocorra um delito a polícia será acionada imediatamente. Essa inciativa visa agilizar as informações para polícia, proporcionando maior eficiência na solução e na redução dos crimes em nossa cidade”, disse.

 

PM diz que iniciativa é experimental

A iniciativa da PM e da ACIMM, segundo o Capitão Marcelo Soares Cavalheiro, a iniciativa de integrar um grupo para troca de informações e criação de uma rede de segurança entre os comerciantes foi adotada pelo batalhão a título experimental. Dependendo da repercussão da iniciativa, o projeto piloto poderá se tornar uma campanha estadual.

 

“Com a iniciativa, vamos ganhar mais olhos”, disse Cavalheiro, ao comentar a eficácia da iniciativa. Para ele, com a ajuda da telefonia móvel será possível agilizar a informação e facilitar a resposta.  A veiculação de textos e fotos podem favorecer evitar ações criminosas.

 

Uma vez em ação, a Polícia Militar deverá contar com um voluntário de plantão para monitorar o serviço. Pelo Whats App, os comerciantes poderão apenas relatar fatos pertinentes à segurança para que o sistema seja eficiente.

 

Major Melo Araújo pede adesão de todos

 

O Major Ricardo Augusto Nascimento de Mello Araújo garante que a iniciativa só terá validade

se a maioria dos comerciantes – associados ou não – fizerem parte do grupo do Whats App. Ele

revela que as pessoas só se interessam pelo assunto quando passam por problemas. Foi dele a

ideia que promete coibir crimes e ser um aliado dos comerciantes mogimirianos. “precisamos

de todos”, disse.

 

A iniciativa de usar o celular como ferramenta para a segurança se deve ao fato da

popularização do dispositivo dos celulares e da vontade de desenvolver o fundamento do

policiamento comunitário. Além da participação da PM, que irá administrar os grupos, a Guarda Municipal também terá participação para otimizar as ações.

 

O comerciante que quiser fazer parte da rede basta encaminhar seus dados para mscavalheiro@policiamilitar.sp.gov.br ou 26bpme@ciasjd@policiamilitar.sp.gov.br . A ACIMM também fará uma série de ações para que o serviço seja amplamente divulgada entre os associados e no comércio em geral.

Fotos: Nelson Victal/Assessoria Acimm


Receba novidades da ACIMM em seu e-mail.