Blogs

  • Mai

    15

    2019

Melhore a performance de sua empresa

Quem não quer melhorar a performance de sua empresa e ver os negócios deslancharem? Ao longo de todos esses anos tenho buscado aprimorar cada vez mais a condução de minha empresa e torná-la ainda mais competitiva.

Tenho adotado sete formas de melhorar a gestão da Metalsoldas. Já é tradição: sempre que um novo ano começa, surgem as promessas, simpatias e resoluções. No âmbito empresarial, o que você pode fazer de diferente para alcançar melhores resultados? Em vez de pular sete ondas, que tal seguir as sete dicas que trazemos para você?

 

1. Abra os olhos para o mercado e seus clientes

Você teve uma ideia ano passado, achou que era ótima, mas no final foi um fracasso ou quase isso? Conta para a gente: pensou bem antes de colocá-la em prática ou achou que só por que parecia uma boa daria certo?

A não ser por um golpe de sorte, nenhuma estratégia tende a dar certo se não a constrói olhando para o mercado, conhecendo bem o cliente e os concorrentes. Não esqueça que tudo isso muda muito rápido: o que interessava ao público em janeiro passado pode não interessar agora. Abra bem os olhos e estude os hábitos de compra.

 

2. Envolva a equipe nas suas metas

Se nem todos os objetivos traçados para o ano passado foram alcançados, vale se perguntar: em que foi que eu errei? Uma das possibilidades é que apenas você tenha acreditado na meta, o que raramente funciona em uma empresa.

Manter os colaboradores motivados é o que mais aproxima um negócio do sucesso, pois a produtividade costuma ser proporcional à satisfação com que desenvolvem suas tarefas. Dinâmicas, vídeos e treinamentos são ações válidas. Só não deixe de participar diretamente delas.

 

3. Aproveite os benefícios da comunicação

Quem não se comunica, se trumbica, já dizia o saudoso Abelardo Barbosa, o Chacrinha. E não é que ele tinha muita razão? Olhe para dentro da sua empresa e veja como os processos funcionam (ou não funcionam). Quantas vezes você teve que contornar erros bobos, cuja origem estava em um mal-entendido?

A falta de diálogo entre estoque, vendas e financeiro, por exemplo, provoca ruídos que prejudicam negociações e afetam o faturamento. Para evitar a bagunça, qualificar as ações e deixar todos mais felizes na empresa, adote ferramentas de comunicação interna.

 

4. Não tenha medo de inovar

A inovação é uma etapa importante para o crescimento de uma empresa. Inovar significa fazer diferente, ser criativo e propor novas formas de abordar antigos problemas. Você pode inovar em produtos, em processos e até no modelo de negócio.

Quem fica parado no tempo não se destaca no mercado, convive eternamente com os mesmos erros e vê o faturamento se estabilizar em uma zona de conforto, mas pouco lucro. Que tal dar um basta nisso? Pense sobre inovação e tenha disposição para mudar em 2019.

 

5. Faça mais e melhor

O mercado é competitivo, você sabe. E só se destaca nele quem consegue fazer mais em menos tempo e utilizando menos recursos. A busca por mais produtividade é uma constante em pequenas empresas, já que a eficiência é passagem obrigatória para o sucesso em negócios enxutos.

Mas a que preço? Enlouquecer os colaboradores com excesso de trabalho não os tornará mais produtivos. Já ser flexível quanto a horários, permitir que trabalhem em home-office quando isso for viável e estabelecer indicadores de desempenho que não desconsiderem a qualidade de vida no trabalho são ações que contribuem para o maior engajamento.

 

6. Use a tecnologia a seu favor

Você ainda faz o controle financeiro manualmente? E o seu estoque, ainda checa os itens nele apenas com uma prancheta em mãos? Como dizia um antigo comercial de televisão, está na hora de rever seus conceitos.

Planilhas e outros documentos em papel são úteis na fase embrionária do negócio, quando um mínimo cuidado de gestão é melhor do que nenhum. Mas o ano novo chegou e não dá para ficar preso no passado.

Você precisa adequar seus processos ao mundo digital, utilizando ferramentas on-line, que trazem diferenciais como o armazenamento na nuvem e o acesso por dispositivos móveis. É dessa forma que você deve realizar o fluxo de caixa, conciliação bancária, cadastro de clientes e emissão de nota fiscal, entre outras tarefas de gestão.

 

7. O contador é seu melhor amigo

O empreendedor tem no contador o seu principal parceiro para o sucesso do negócio. Se você esqueceu dessa lição no ano passado, não repita o erro no ano que está por vir.

Há quem desconsidere esse suporte e veja o profissional de contabilidade como aquele que está na empresa para lembrá-lo de fazer a parte chata e não operacional. É claro que você prefere vender, produzir e executar do que calcular impostos e registrar receitas e despesas. Mas quanto tempo o negócio sobreviveria sem um controle financeiro?

Adote esta dica final como sua resolução de Ano Novo: ouça seu contador, tire com ele as dúvidas sobre as obrigações acessórias da empresa e aposte nas melhores práticas de gestão. Se na hora da tempestade esse suporte o mantém em pé, quando o sol voltar a brilhar ele será decisivo para você decolar.

 

Luiz Antonio Guarnieri – Presidente da Acimm