Palavra do Presidente

Com certeza, o comércio do país jamais esquecerá esta pandemia que assola o mundo. O coronavírus, que já tirou milhares vidas ao redor do planeta, poderá também dizimar pontos comerciais e indústrias, fazendo desaparecer milhares de postos de trabalho. Neste instante, a ajuda do governo será de grande importância, pois, sem um suporte financeiro, uma parcela significativa do varejo não terá como cumprir seus compromissos.
No papel de presidente da Associação Comercial e Industrial de Mogi Mirim (Acimm), vejo um quadro grave e inédito que tira todo tipo de planejamento. São pais de família que precisam abrir suas lojas e não podem. Esta impossibilidade de trabalhar deixará muitos com o emocional fragilizado pela ansiedade e frustração!  Por outro lado, temos a população que também teme sair às ruas e contrair a Covid-19. São as duas faces de uma moeda que representa a sobrevivência.
Recentemente, eu disse que 30% do varejo poderá sucumbir ao golpe causado pela pandemia. Isto acontecerá mesmo que o BNDES libere recursos a pequenos e grandes empreendedores. A demanda vai cair durante os próximos meses.
Desemprego e insegurança! 
Sinto pelo período da quarentena, mas isso se fez necessário para que Mogi Mirim registrasse o mínimo de casos possível, comparado às cidades da região. Muitos questionam a existência do vírus, mas os exemplos estão aí para comprovar. A questão também é a saúde financeira de nossas empresas.
No momento em que foi anunciada a pandemia, nossa economia esboçava uma sutil reação. Os números eram tímidos, mas era possível ver algo que pudesse dar sobrevida ao setor varejista. O governo cortou a taxa de juros e buscou trazer ânimo ao cenário econômico. O remédio nem começou a fazer efeito, e o Covid-19 chegou ao Brasil.
 Vamos nos reerguer, mas os governos terão de oferecer suporte financeiro e também fazer as reformas políticas e administrativas necessárias. Geramos divisas e postos de trabalho e nunca na história precisamos de tamanha ajuda!
O diálogo entre as partes em nenhum momento está sendo promovido, vemos somente determinação de decretos. Acredito que nós do comércio e indústria poderíamos ajudar muito no planejamento!
Vamos vencer e sermos melhores como profissionais e seres humanos!


 


José Luiz Ferreira
Presidente da ACIMM