Palavra do Presidente

Queremos agradecer a todos os que tornaram possível a vitória da Chapa Renovação e falar da satisfação de integrar esse movimento que nasceu no coração do comércio mogimiriano que originou o grupo Ação Comercial e para ele irá trabalhar até o último segundo. Forças das mais diversas origens tentaram calar o desejo dos Associados em assumir aquilo que é deles por direito. Uma nova página começa a ser escrita agora e os problemas do passado não devem fazer parte dessa nova jornada

Os homens e mulheres que fazem parte de nossa diretoria têm a melhor das intenções e por isso, cada um terá a chance de colocar em prática o melhor pela coletividade. Ao contrário dos antecessores, o grupo que assumiu a ACIMM não terá apenas um nome no comando. Desde a escolha da equipe até as mais simples decisões terão a participação de todos.

Tudo isso para não magoar ou deixar de lado a opinião daqueles que vivem o cotidiano do comércio local, porém não fazem parte da administração. Agora teremos a chance de escrever uma nova história. De fazer prevalecer a voz da coletividade, daqueles que querem ouvir e fazer valer o direito do voto. O dinheiro do associado é muito importante e por isso mesmo é preciso primar pelo seu bom investimento, seja em campanhas ou eventos em prol do comércio como um todo.

Começaremos do zero para que nossa base tenha bom alicerce e novos valores sejam colocados em prática. Até aqui assistimos e respeitamos tudo aquilo que foi realizado em nome da ACIMM. Agora é a vez do todo colocar em prática aquilo que ele próprio mantem com seu suor. O momento não é de críticas ou apontar erros, pois a eleição do último dia 11 de maio mostrou que o Associado está aí para mensurar quem deve seguir.

A partir de agora a ACIMM terá as portas abertas para todos, associados ou não, buscando uma entidade mais forte e abrangente para toda a cidade e ajudando na melhoria da economia com a geração de mais empregos e renda. É chegada a hora de abrir a casa para o bem do comércio e da indústria. Será preciso ouvir mais, ir até às ruas para que o comerciante tenha voz, afinal ele é o patrão e deve ter sua vontade atendida. Rogamos ao nosso padroeiro São José que norteie os nossos trabalhos e juntos possamos realizar uma boa gestão.


Luiz Antonio Guarnieri
Presidente da ACIMM